6 benefícios dos processos e sistemas de automação laboratorial

automação laboratorial
6 minutos para ler

A automação laboratorial é uma ferramenta que proporciona resultados confiáveis e rastreáveis. Além disso, configura-se como uma necessidade nos dias de hoje, devido à agilidade que ela traz aos procedimentos e ao atendimento do novo perfil de cliente.

No entanto, a escolha adequada da infraestrutura, a validação dos processos, as configurações do sistema e o acompanhamento gerencial ainda podem ser um entrave para os gestores e profissionais com pouca familiaridade no assunto.

A questão latente é que, mesmo diante dessas limitações, a automação laboratorial é vista como imprescindível nos serviços laboratoriais e é um diferencial para aquelas instituições que já implantaram.

Quer saber mais sobre os benefícios da automação laboratorial? Então continue a leitura e confira as informações!

Afinal, o que é automação laboratorial?

Trata-se da substituição das técnicas diagnósticas manuais por equipamentos automatizados e interfaceados, oferecendo maior sensibilidade e especificidade, aumentando a capacidade de processamento de amostras.

O sistema de interfaceamento faz a ponte entre o LIS (Laboratory Information System) e os equipamentos analíticos, funcionando também como um sistema de gestão da produção. Em resumo, ele recebe instruções do LIS, programa os equipamentos, recebe os resultados e os envia de volta para o LIS, além de fazer toda gestão dos dados envolvidos.

Alguns laboratórios podem optar por interfacear os equipamentos de maior demanda como os de hematologia e bioquímica, mantendo alguns processos manuais e enviando alguns exames para os laboratórios de apoio.

Assim, a automação laboratorial está relacionada à otimização dos processos, redução de custos operacionais, eliminação de erros de transcrição e aumento da qualidade em todas as etapas técnicas dentro de uma instituição clínica. 

Quais são os benefícios da automação laboratorial?

Considerando a implantação de processos automatizados nos laboratórios, é possível obter diversos benefícios. Destacamos alguns benefícios importantes, que devem ser observados neste processo. Veja só:

1. Desburocratização dos processos

A partir do momento da leitura do código de barras pelo instrumento analítico, este já saberá quais exames deverão ser realizados, pois já estará programado para aguardar a amostra. Ao término do processamento, os resultados são enviados automaticamente para o LIS pela liberação técnica automática, ou podem aguardar liberação pelo responsável do setor, que terá vários recursos para optar por liberar o resultado para o LIS ou processar novamente a amostra.

Isso significa que a etapa outrora realizada de forma manual e lenta será executada com maior precisão e em menor tempo, reduzindo os erros de digitação.

O software possui uma série de ferramentas como recebimento de gráficos dos instrumentos, delta check dos resultados anteriores, controle de reagentes, rastreabilidade, contador de células automatizado, além de inúmeros dados que podem ser monitorados nas atividades cotidianas, além de integração com sistema de controle da qualidade e soroteca.

A automação se estende para os laboratórios de apoio, que podem ser visualizados no sistema como um instrumento analítico, com exibição de status, em tempo real. 

2. Aumento da produtividade

O ganho no prazo da liberação de resultados é um dos fatores mais significativos da automação. Esse prazo é basicamente o tempo que o instrumento leva para processamento do exame.

Sem automação, são necessários muitos funcionários para realização de uma atividade repetitiva e passível de erros. Essa rotina pode ser realizada por equipamentos modernos, com grande capacidade de produção, e pela tecnologia da informação.

Sem erros dos processos manuais e com maior agilidade na liberação de resultados, abre-se a possibilidade para um grande aumento na produtividade, sem aumento da equipe de colaboradores. 

3. Melhora na qualidade dos resultados

Os resultados obtidos por equipamentos de ponta são superiores aos processos manuais e pouco informatizados. Mesmo colaboradores experientes possuem um limite para realização de exames manualmente, o que inviabiliza o aumento da produção sem diminuição da qualidade.

Além disso, através da automação é possível acessar rapidamente resultados anteriores e resultados de outros setores de um mesmo paciente, tornando a liberação clínica muito mais criteriosa, refletindo em mais confiabilidade e credibilidade para o laboratório clínico. 

4. Diminuição dos custos

Ainda que se utilizem equipamentos analíticos, se os mesmos não forem interfaceados, eles devem ser programados manualmente e os resultados obtidos precisam ser transcritos, processos que são totalmente passíveis de erros.

Os custos dos interfaceamentos são muito acessíveis e são menores do que os custos de processos manuais, auxiliando a gestão e melhorando os resultados.

5. Rastreabilidade

A rastreabilidade é a capacidade de seguir todos os processos de forma a resgatar uma informação com facilidade e exatidão. Um bom sistema fornece todos diversos tipos de rastreabilidade, aumentando os índices de qualidade e segurança, apresentando funcionalidades que exibem todas as ações executadas nas fases analíticas, podendo oferecer um histórico das atividades quando necessário.

O sistema de automação laboratorial é um requisito fundamental para as instituições atualmente. Todavia, para usufruir dessa ferramenta, é essencial que ela seja integrada a softwares de gestão laboratorial que atendam às necessidades dos gestores, que sejam compatíveis com os exames executados e consigam apurar um panorama das atividades clínicas e administrativas.

6. Vantagem competitiva entre os concorrentes

Mediante tudo o que foi visto até aqui, podemos concluir que todas as vantagens descritas resultam na vantagem competitiva. E por isso, é sempre importante pensar e elaborar novos processos, atualizados com as mudanças impostas pelo mercado.

O fato é que o concorrido mercado laboratorial pede por rotinas eficientes, funcionários comprometidos e bem treinados, técnicas modernas e infraestrutura adequada, para aumentar a fidelização dos pacientes e para obtenção de melhores negociações com os convênios.

A informatização também é essencial para Acreditação Laboratorial, que por sua vez, também contribui para a competitividade. Atuar para a maturidade digital da instituição e implementar novas tecnologias (e treinamentos) são pontos essenciais.

Concluindo, diante de todas as variáveis mencionadas, a automação garantirá vantagens perante os concorrentes, tornando a instituição clínica uma referência no segmento e viabilizando uma rotina sem sobressaltos.

Esperamos que tenha gostado do conteúdo! Agora que já compreendeu os benefícios da automação laboratorial, não deixe de ler também nosso artigo sobre software para laboratórios e saiba tudo o que você precisa para escolher o ideal.

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.