Gestão de crise em meio ao coronavírus: cenário atual e dicas de como lidar

gestão de crise
7 minutos para ler

Não há dúvidas dos impactos advindos da pandemia provocada pela disseminação do coronavírus em todo mundo, principalmente no ramo da saúde. Esse problema tem repercutido em todos os setores e não existe uma previsão exata de quando as coisas voltarão para o seu devido lugar.

No entanto, é preciso estar preparado para quando a situação voltar à normalidade, e a implementação de uma boa gestão de crise para o laboratório é essencial neste momento. Afinal, os estabelecimentos voltarão a funcionar após o momento de isolamento social, e para conquistar uma recuperação rápida, é preciso pensar no futuro.

Elaboramos este conteúdo com informações bastante relevantes sobre o cenário atual dos laboratórios e a importância do gerenciamento eficaz nessa hora. Confira!

Qual é o cenário atual a respeito do coronavírus?

Entre o final de 2019 e começo de 2020, o coronavírus se espalhou de forma rápida na cidade de Wuhan, China, e em pouco tempo se disseminou por vários países. Após algumas semanas, o Brasil registrava o seu primeiro caso, resultando em milhares de contaminados e muitos mortos, infelizmente.

Essa globalização da doença, que resultou em uma pandemia, se tornou responsável pela maior crise desde a Segunda Guerra Mundial, tendo em vista que o número de indivíduos infectados tem aumentado a cada dia, bem como a quantidade de casos graves e óbitos.

No mundo todo as áreas mais afetadas são a saúde e a economia. No entanto, ainda não se sabe quando estaremos com números decrescentes no Brasil (já que os números estão subindo de forma considerável) para que as medidas de isolamento possam ser relaxadas e a vida de todos possa voltar ao normal, na medida do possível.

Por isso, é importante ter um plano de ação bem elaborado, para administrar a crise e garantir que o laboratório sofra o mínimo de impactos negativos possíveis.

Quais são os principais desafios dos laboratórios durante a crise?

Entre as medidas implementadas pelos governos como forma de tentar evitar a contaminação da população e, consequentemente, reduzir o número de contagiados e mortos, está o isolamento social, que provocou o fechamento de empresas, comércios, entre outros, fazendo com que as pessoas ficassem dentro de suas casas.

O isolamento, gerou inúmeras consequências econômicas e sociais, afinal, ninguém estava preparado para uma crise dessas proporções, inclusive para os laboratórios. Por exemplo:

  • redução do número de exames;
  • falta de clientes devido ao risco de contaminação;
  • alteração e adaptação de rotinas;
  • falta de preparo ao enfrentamento de uma pandemia, entre outros.

Assim, em uma fase tão complicada, o primeiro passo a ser dado em busca de uma boa solução é a elaboração de processos e gestão de crise no laboratório, em todos os seus departamentos.

Como a gestão de crise no laboratório pode ser realizada?

Existem algumas medidas importantes e que devem ser inseridas no plano de gestão de crise do laboratório. Entenda melhor sobre elas!

Mapeie as atividades laboratoriais

Nem sempre é possível prever os problemas que o laboratório vai enfrentar.

Um dos maiores riscos de um laboratório é não identificar os possíveis impactos do negócio, já que é importante conhecê-los para que estratégias efetivas possam ser implementadas e, assim, conseguir lidar com eles.

Dessa forma, para compreender quais são os possíveis caminhos para sobreviver perante uma crise, é preciso mapear o cenário desde os fatores otimistas até os mais pessimistas por meio da utilização de métricas apropriadas. Isso diminuirá os ruídos e simplificará a tomada de decisões.

Realize projeções financeiras claras

Os dados financeiros do laboratório precisam ser avaliados de forma periódica nesse momento, conte com a ajuda de softwares de gestão e de inteligência de negócios (respectivamente LIS e BI) que sejam precisos. Além disso, as projeções precisam ser fundamentadas em informações atualizadas e confiáveis sobre o mercado no qual o laboratório está inserido.

Para isso, elabore alguns cenários para a previsão e normalização dos serviços de saúde. Por exemplo, em muitas regiões a queda da demanda dos serviços de laboratório se deve ao fato da suspensão de consultas médicas. Mas, muitas pessoas estão doentes e necessitam do laboratório.

Esses clientes voltarão de maneira gradual, quando não for mais possível o adiamento dos exames, casos urgentes surgirem e as consultas voltarem ao atendimento normal. Esse cenário precisa ser considerado.

Organize o caixa do laboratório

Tente ao máximo pagar as contas do mês. Caso não seja possível, esse não é o momento de se desesperar. Pare, pense com calma nas medidas que podem ser aplicadas, já que os recursos voltarão a entrar no caixa a longo prazo. Decisões bem fundamentadas são essenciais para que os prejuízos não aumentem.

Uma dica é entrar em contato com os fornecedores e tentar renegociar as formas de pagamento, conseguindo um parcelamento em mais vezes, ou um prazo maior para vencimento, entre outros. Afinal, todos estão na mesma situação.

Pense em opções para garantir uma receita

O movimento está reduzido, porém, você pode pensar em alternativas financeiras para assegurar um valor mínimo no orçamento do laboratório. Por exemplo, o estabelecimento pode oferecer atendimento domiciliar, pode aproveitar o momento para estreitar o relacionamento com os clientes, garantindo que ele procure o laboratório futuramente, e assim, garantir exames que seriam feitos em outro local.

Também é possível divulgar ao público que o laboratório continua funcionando, proporcionando toda segurança necessária para aqueles que não podem abrir mão de realizar seus exames, como os clientes que precisam monitorar algum tipo de doença.

Conte com uma boa equipe

Busque entender a realidade da região do laboratório com a ajuda dos colaboradores, identifiquem os problemas e pensem nas soluções. Tenha em mente que ao contar com um bom time de colaboradores, você não está sozinho. Afinal, todos estão preocupados e desejam que o laboratório supere todos os desafios provocados por essa crise.

Esteja em contato com o público

Aproveite esse momento para aproximar o contato entre laboratório e clientes. Uma hora o isolamento terminará, e com uma presença ativa entre as pessoas, que pode ser alcançada entre as redes sociais, o estabelecimento será lembrado por quem precisa de atendimento, gerando uma boa demanda de serviços, o que é muito importante para a fase de recuperação pós-pandemia.

Como vimos, a crise provocada pelo coronavírus tem gerado incertezas para todos os negócios, incluindo os laboratórios. Pelo fato de não ser possível prever quanto tempo vai levar para a recuperação, é fundamental a elaboração de um plano de gestão de crise eficaz, além de contar com bons parceiros nesse momento.

Achou este conteúdo interessante? Então, aproveite a sua visita para ler também “Guia rápido sobre laboratório de apoio: o que é, como funciona e os benefícios” e entenda um pouco mais sobre o assunto!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.